Danças Circulares

Dança Circular é um conceito de Dança comunitária, cooperativa, colaborativa, de união, de troca: uma távola redonda onde todos se encontram.” (Berni, 2002).

.

Tratam-se e danças de roda, tradicionais e contemporâneas, de diversos países do mundo. Suas características integrativas permitem que sejam aplicadas em pequenos e grandes eventos (com pequenos e grandes grupos) em convenções, seminários, e outras atividades institucionais.

Possibilidades e Benefícios:

  • Integração de equipes
  • Melhoria da comunicação
  • Celebrações e festividades
  • Desenvolvimento da cooperação
  • Desenvolvimento de liderança situacional

.

A DANÇA sempre se fez presente em antigas tradições de diversos povos do planeta.  O resgate das danças folclóricas dos povos feito por Bernhard Wosien (1908-1986) – bailarino e pedagogo da dança –  possibilitou a redescoberta das Danças de Roda e da riqueza de possibilidades educativas que ela potencializa.  Praticar as Danças Circulares é uma forma de reverenciar esse acervo cultural e uma oportunidade de:

a) promover a integração do ser nos níveis físico, emocional, mental e espiritual,  proporcionando a harmonia entre corpo, mente e espírito;

b) trabalhar a consciência corporal;

c) cultivar o respeito e a valorização das diferenças entre as pessoas e as culturas;

d) promover valores humanos voltados para a construção de relações sociais solidárias. Num sentido mais amplo, a prática da dança favorece o desenvolvimento da auto-estima, da aprendizagem criativa, da inteligência integral e contribui para uma ampliação do potencial humano com a vivência da arte, do lúdico, do belo, do prazer, da alegria.

.

Ligue para

11-9.9975-4024 (para marcação de consultas)

 e peça mais informações